quarta-feira, 27 de abril de 2011

Meu lugar



Todos tem o seu lugar no mundo.

Alguns, ainda desconfortáveis, inquietos, ansiosos, não se encaixaram como uma peça de quebra-cabeça. O importante é saber que um dia encaixa. O seu lugar, do seu tamanho, está lá. Pode não ser a hora, pode demorar mais do que você esperava, mas um dia a peça encaixa.

Às vezes precisamos de mudanças de rota, ajustes pelo caminho. Dá medo sair da zona de conforto e cair no mundo, desistir do que parece certo. Mas vocÊ sabe que é só uma mudança de rota, sem mudar a essência do que você busca.

Achei meu lugar. Meu lugar é meio longe de onde achei que sempre seria. É novo e diferente. E eu nem sabia que era ele, mas alguma coisa me moveu, me fez enfrentar muitos percalços. Tudo conspirava para que eu parasse no meio, desistisse da peça que cismava em não encaixar, mas o universo já tinha me escutado. Meu desejo e minha sorte estavam lançados.

E foi só ajustar, rodar, tentar de novo.

Querer insistir numa peça que não cabe na fôrma é ignorar a realidade. Mudar requer coragem. E coragem também é necessária para seguir quando os planos falham. Mudar te dá possibilidades novas. A possibilidade de se reinventar sem deixar de ser você mesma. A mesma peça de sempre, no mesmo formato, mas que no lugar certo, se adequa e se completa com tudo ao seu redor.

Beijos!

2 comentários:

Mila Viegas disse...

Hoje você está danada! rsrs... Tá lendo meus pensamentos? É incrível como quando a gente não está emocionalmente bem, assim "do nada", nos deparamos com frases que nos impulsionam a refletir mais a respeito das coisas.

Dá licença que vou chorar... buáááááááá... rsrsrs.

Mas ainda na reflexão da pérola, acabei de descobrir que há muitos grãos de areia dentro de mim me corroendo horrores. E vejo que terei certo trabalho para transformá-los em pequenas pedrinhas preciosas, mas estou levando a maior fé que consigo essa proeza.

Obrigada por compartilhar!
Beijos

lolipop disse...

Pois é Thaís...qualquer mudança exige coragem, mas como dizia Walt Whitman..."Quem anda duzentos metros sem vontade, anda seguindo o próprio funeral, vestindo a própria mortalha..."

BEIJOSSSSSSSSSS