quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Vida louca, vida...


Achei essa foto com cara de vida...
Estava num blog chamado Dolce vita lendo os posts da Larissa e uma sensação estranha e familiar tomou conta de mim... Enquanto ela falava das dúvidas e dos questionamentos da vida, de dúvidas sobre quem ela era e descobrimentos achei que eu estava lendo um texto escrito por mim. Eu tenho 28, ela tem 23 e na época que eu estava na faculdade sentia uma angústia, uma vontade de mudar o mundo, de pintar ele de colorido e ser feliz. Assim como ela.
"Terminaram" comigo um namoro que todo mundo achava que era interminável e ao invés de eu ficar tristonha e largada, caí no mundo.Fui pra Itália, fiquei 6 meses lá, perdida.
E não é que me achei?
Fui insegura, achando que não faria amigos, que ia ficar triste, que não saberia me virar. Me achava meio gorda, estava desiludida e magoada. Voltei com uma mala cheia de histórias, abarrotada de amigos que carrego sempre comigo, aprendi a gostar de mim como eu sou, me aceitei com meus defeitos, aprendi a me amar e a amar minha história.
Vi que com vinte e poucos anos a gente precisa disso pra viver mesmo, se jogar na vida, quebrar a cara e se jogar com tanta vontade que acaba dando certo. A gente encontra o caminho de volta. E aprende. Cresce.
A Larissa é minha ex-cunhada, linda e que está saindo de dentro do casulo. Escrevendo isso agora fiquei com os olhos cheios de lágrimas de novo pq na "minha época"(olha que coisa de tia velha, gente!) eu falava assim:
"Vc não precisa correr atrás das borboletas, basta cuidar bem do seu jardim para que elas venham até você."
E eu dizia que eu estava saindo do casulo também...
Isso tudo me fez reviver uma época muito boa.
Sejam bem-vindos à vida!
Beijos borboletísticos!

8 comentários:

Luciana disse...

Peruuuuuuuuuuuuuucia, assim vc me faz chorar! Vc sabia que a minha tatoo na costela é exatamente sobre essa "nossa" fase de lagarta para borboleta...bem acredito que todas nós passamos por isso, cada um com seu cada qual e isso que é o mais legal! Frôr, sabe que mesmo distante eu estou aqui te acompanhando de perto rs torço por ti e vamo q vamo que nossa estrada ainda tem mto chão a ser percorrido! Love y beijooooos "velhinha"rs

Larissa disse...

Ái Tataroca!
As lágrimas estão rolando, sem parar... Muito bom pelo menos fazer você relembrar de uma época boa. E acertou em cheio tudo isso que eu estou vivendo, seu blog como você é lindo, muito leve!! Ái QUE SAUDADE!
Amo você , minha companheira taurina de ataques noturnos à geladeira!!!

Glorinha Leão disse...

Filha,que bonito isso que vc escreveu!
A viagem te tornou mulher, em todos os sentidos...e essas lembranças e amizades que vc fez lá, ninguém pode tirar de vc, são só suas...
um beijo

Thaís leão disse...

Ai, crianças!Essa vida é muito doida!
Petrúcia!Que bom ver vc por aqui!Veio me visitar no mundo virtual e deposi vai lá no atelier pra gente rir!Realmente ainda estamos dando os primeiros passos e tropeçando à beça, mas ninguém tira a gente do nosso trilho.Vamo juntas e misturadas!

Larrys, me vi muito nos seus textos. Entendo muito suas angústias.Pega a bengala do ceguinho e vai tateando até achar o caminho certo.Estaremos sempre aqui.

Manhê!Minha cúmplice de mentirinhas para eu não voltar antes da hora dessa viagem maravilhosa!Sei que viveu à distância tudo junto comigo.Te amo.

Beijos "cosinhas" lindas!

KINHA disse...

Olá borboleta,
Obrigada por seus tão gentis comentários.
Beijos

anna disse...

Amei!Adoro ler os seus textos.Eu viajooo!Vc devia escrever um livro!

Bjs!

Cucchiaio pieno disse...

Nossa Thais, que texto lindo e emocionante! Voce escreve bem como a tua mae! Crescer, amadurecer nao é facil, mas quando saimos deste casulo que voce tao bem descreveu é como renascer!
Bjim com karim
Léia

Thaís leão disse...

Oi,meninas!
Kinha, adorei seu blog!Visito sempre que posso!

Anna, que bom que vc gosta de ler os textos, às vezes são meio doidos,né?Vou começar a colocar minhas poesias tb!Ui, será que tenho coragem?

Léia, é verdade, é um renascimento cheio de descobertas, ao mesmo tempo doloroso e bom.E necessário pra gente seguir em frente!

Amei os comentários, gente!

Beijoconas!!!!!