terça-feira, 29 de junho de 2010

Um passeio comigo mesma


Outro dia acordei, peguei minha bicicletinha e saí. Esqueci a cestinha, voltei pra buscar.
Tava um friozinho, não levei casaco. Saí pela estradinha com aquele vento balançando meus cabelos. Comecei a cantarolar "Unwritten", uma música linda que eu amo enquanto subia a montanha. E enquanto pedalava, colocava na cestinha tudo que achava pelo caminho. Luz, vida, esperança, amor e paz.
Começou a esquentar e no sol estava até bom.
Parei minha bicicletinha, apoiei numa árvore e sentei no sol de olhos fechados.


Tinha um raio de sol vindo bem no meu olho. Deitei e continuei de olhos fechados.
Lembrei de tudo que fez com que eu chegasse aqui. Lembrei das amigas, lembrei da minha pele machucada pelo silêncio, lembrei das festas, dos fracassos, das viagens, da viagem.
Lembrei do meu coração.
Lembrei dos meus sonhos.
Lembrei de tudo que eu quero.
Lembrei quem eu sou.



Encontrei um matuto que surgiu do nada com um matinho na boca. Ele parecia meu pai.
Falou para eu seguir em frente, que a vida seria gentil comigo. E eu acreditei.
Deu fominha, peguei um chocolate na cesta, e fiquei segurando nos dedos até ele derreter. Adoro quando o chocolate derrete na forma do dedo. Hum, diliça.
Resolvi voltar e fui pedalando olhando pro céu. Vi uma nuvem em formato de coração.
Acho que o matuto estava certo.
Acho que a vida é gentil comigo.
bjs

5 comentários:

Glorinha L de Lion disse...

Que lindura! Acho que temos outra escritora na família!
E a matuta aqui tem certeza que a vida não só é extremamente gentil com, como guarda um presente do tamanho do mundo pra vc, talvez lá, naquele lugar onde vc deixou seu coração um dia.
Beijos e bom voo!

Beth/Lilás disse...

Thaís,
Tô sentindo uma coisa boa, sabe o quê?
Você está olhando mais pra natureza, se integrando nela e com isso, reconhecendo você mesma e sua grande importância neste mundo.
Também pressinto um lindo futuro para você, vá com força e vontade viver sempre!
bjs cariocas

Rebecca disse...

OI Thais!
Que lindo seu texto...consegui me imaginar pedalando e sentindo o friozinho. Poucas escritores conseguem fazer isso, sabia?
Porque não escreve um livro?Best seller garantido, e porque não uma trilogia?

Seja feliz!
beijos

cantinho she disse...

Que lindooooooo!
Beijo, beijo!

Manuela Freitas disse...

Lindo passeio e como ele foi estimulante para ti!...Pedalar faz bem, elimina as más energias e capta energis positivas.
Beijinhos,
Manú