sexta-feira, 5 de março de 2010

Diário de uma confecção- parte II


Caracóles!!!!! Gente, juro que hoje, mais uma vez, por pouco eu não tive um ataque do miocárdio fulminante!Hoje o dia foi punk-rock!!!!
Estou com uma produção de umas calças de uma loja que não posso dizer qual, senão fica chato, pq vou falar mal. As calças são todas pespontadas, com acrilon, bolso faca, todas recortadas, um horror. Difíceis pra caramba e ainda teve uma época chamada CARNAVAL no meio, que ninguém queria costurar e ainda por cima probleminhas de menor importância com pessoas de nenhuma importância.
Fora isso, estou começando a entregar meus pedidos do Rio-à-Porter.E hoje era o dead-line para mandar um pedido para Aracaju.
As peças já estavam praticamente prontas, só pra fazer acabamento, revisão e passar.E até as 5:00 da tarde eu tinha que estar no Correio.
O dia passou num piscar de olhos, PLIM!
Fui pra GONGA de manhã, mais conhecido como São Gonçalo, ver um corte errado das tais calças, voltei num trânsito dos infernos. Os zíperes que eu tinha comprado pra finalizar umas blusas pro pedido de Aracaju estavam errados e tinham que ser trocados. Algumas peças ainda tinham que ser caseadas para pregar botão...
Uma costureira que ficou de ir de manhã com algumas peças não foi e me pareceu quase 5:00 da tarde, já era. às 4:30 eu ainda estava tirando nota pra ir pro correio. Já estava tão a beira de um ataque de nervos que errei a nota 4 vezes. Juro.
A Lei de Murphy também não dá trégua. Quanto mais pressa vc tem, mais merda acontece.
Esqueci de contar tb que ontem o ferro de passar pifou. Pluft. Morreu. E várias peças para serem passadas e embaladas. Roubei o ferro de casa sem minha mãe saber,óbvio senão levo esporrinho, e carreguei pra confecção. Até pq não tinha um puto na carteira e nem no banco. Se não fosse daqui de casa ia ter que pedir o de alguém que trabalha comigo lá!
E pra completar, ontem uma costureira que estava com 8 vestidos desde antes do carnaval me devolveu a sacola do jeito que foi, tudo sem fazer, eba!!!
Bom, voltando a vaca fria... Quase 5:00 saí voada e corri pro correio. Trânsito. Parado. Comecei a chorar de nervoso. Se eu não pegasse o correio aberto toda a correria e estresse teriam sido em vão!!!E não ia chegar a tempo para o lançamento de Aracaju! Meus pés começaram a doer, uma cãimbra(é assim?!) louca e tive certeza de que estresse faz mal pra saúde. Senti hoje.
Consegui chegar a tempo com uma caixa gigante no braço gritando: MOOOOÇA!!!PÉRAIIII!!!!
Adentrei o correio e falei: envia do jeito mais rápido que puder, nem que seja com as renas do Papi Noel!PELAMORDEDEUS!!!!
Consegui!Consegui!!!
Na volta pra confecçaõ, larguei o carro do outro lado da rua para não ter que fazer uma volta enorme depois pra voltar pra casa e fui andando até o sinal pra atravessar. Passei por um mendigo mijando bem numa parede.Eca.
Tô eu lá, aliviada de ter conseguido, esperando o sinal fechar, quando daqui há pouco me vem o dingão mijador na minha direção.
-Ai,não. Não mereço.
Parou do meu lado e começou:
-Boa tarde, eu tava vendo a sua bolsa..
Ferrou vou ser assaltada!Abre sinal de merda, abre!!!!
-... a sua bolsa é muito bonita...
Vai levar minha bolsa, vou gritar!Pior é se ele encostar essa mão suja de bilau em mim!!!
Cada palavra que ele falava era um festival de perdigotos que ele soltava pelo ar. Não sabia se eu corria, gritava ou fingia que não era comigo. Como sou educada, fiquei ouvindo pq a essa altura eu vi que ele não ia me assaltar, já que estava me contando da família dele.
-...minha sobrinha Mariana, que tem um irmão chamado Caio, foram pra Cabo Frio e ela tem uma bolsa igual a sua, aí eu vi sua bolsa...
E vai me roubar pra dar pra ela???
E perdigotos voavam pelo ar e eu desviando tipo Matrix, desviando das balas, sabe?
O SINAL ABRIU!!!
Tchau, moço, preciso ir que eu tô atrasada!
-... e vc é muito fashion.
Oi?Foi isso mesmo que eu ouvi?!Hã?Cuma?
O dingão me chamou de fashion.
Depois fiquei até com peninha, mas eu não sabia o que ele queria. hoje em dia eu tenho medo até da minha sombra e minha mãe me ensinou a não falar com estranhos na rua e nem aceitar bala.
Fiquei com medo, poxa! Ainda mais depois de tantas peripércias que me aconteceram nesses últimos dias...
Ufa!
Bom, agora me convenci que sou fashion mesmo. Até o dingo falou!
Bjs e bom final de semana...
Zzzzzzzzzzz.....

5 comentários:

Açuti disse...

Oii Thaís...

até no stress tem humor!!

adorei a estória!!!

bjksss

Açuti disse...

Oii Thaís,

olha eu aqui "dinovu"...

Deixei um selinho pra vc lá no blog, tá.

bjkss e excelente fim de semana.

Isadora disse...

Olá,
Cheguei aqui através do blog da sua mãe Glorinha. Ela perguntou se faço bolsas e necessaires para vender e falou para eu entrar em contato contigo (sou de niterói também). Eu sou super amadora, nunca fiz nada para vender, geralmente faço par mim e para amigas (até porque tenho pouco tempo já que trabalho fora), mas vim aqui ver seu blog e me apaixonei por seu estilo, seu humor e sua energia. Voltarei mais vezes para me "refrescar" com suas histórias!
Bjs
Dora

Gi disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

amiga....e você é muito fashion!!!!

adoreeeei a historia e fiquei tensa por voce!!!!esse povo fashion sai na rua e chama atençao,né, fazr o que!!!

beijos

:::: Agnés disse...

Digo falou, é lei!!! ahahah consigo imaginar vc falando sem vírgulas!! Parabens pelo sucesso e que venham mais estórias divertidérrimas dessas!!
Bjos
Ligia