quinta-feira, 11 de março de 2010

Terapia do riso!


Estava eu hoje fazendo compras num mega-armarinho aqui do Rio quando encontrei uma amiga de anos que também tem confecção, a Ivy. Começamos a conversar no meio dos corredores do Caçula, entre missangas, linhas e ferragens.
Eu com olheiras de kilômetros de distância por causa das calças maledetas (meu único assunto ultimamente) e ela com várias histórias.
Nossa, sei que a gente passou mal de rir. Eu contando minhas desgraças e ela as dela, uma consolando a outra com uma história pior. Chegamos à conclusão de que tem épocas que a coisa tá cagada. Eu no meu bololô de acontecimentos sucessivos que cutucam todo dia dizendo: é isso que vc quer? Então tooooma!
E ela me contando que tá sem carro, às vezes tinha que ir em casa (longe pra dedéu) na hora do almoço só pra ver os emails pq ainda não tinha computador na fábrica (ficava dando desculpas pras clientes dizendo que a internet caiu), juntou um dinheirinho suado, comprou um notebook. Dois dias depois levaram o bichinho. Ela falou que chorava, berrava. Chamou polícia e nada. Levaram ele embora.
A gente ria, ria! Foi uma terapia do riso. Ótimo!
Beijos, Ivy. Força na peruca!
Vamo que vamo!
BJS

6 comentários:

Lucia Cintra disse...

Oi Thais, vim te conhecer por indicacao da sua mamae, rs. Eu frequento o blog dela e adoro! Ela acha que temos mt em comum, entao ca estou e pelo que ja li aqui no seu cantinho, vou voltar sempre.

Rir mesmo eh o melhor remedio. Eh como levo minha vida, senao nao da, ne? E sugiro pra sua amiga um blackberry. Eu nao vivo sem o meu, posso fazer o que quiser nele e principalmente receber e responder meus emails a qualquer hora e onde quer que esteja.

bjos, Lucia

Isadora disse...

Acho isso ótimo, é um tapa na cara da vida que quer nos derrubar!
Bjks

eldajeane disse...

Bem...
Sem querer ser chata, por isso encurtando o assunto, sou artesã e crio acessórios e frufrus femininos afins.Por isso cheguei aqui...viajando no que acontece munto afora pela net!E me deparei com esta história sua de encontrar uma amiga no armarinho e conseguir rir de histórias que nem sempre sao tao engraças assim.E como num estalar de dedos percebi que pode chegar o dia em que eu vou estar rindo de tudo que está se passando aqui, agora...Achei tudo parecido comigo...Hj só senti falta de entre miçangas, fitas e rendas encontrar uma amiga pra fazer graça pra mim...ou de mim...ou comigo...ou todas as opçoes anteriores!kkkk.Estou tao longe de "casa" e as vezes isso me traz afliçao!bjos Jeane

Rebecca disse...

Thais com certeza rir é o melhor remédio!
No momento do problema é quase o fim do mundo, mas quando passa se torna uma graça hauhauaha
Beijos

cantinho she disse...

Oie Thais! Sou fã do blog de sua mãe e não resisti em passar por aqui pra te conhecer, menina me encantei... que graça de blog, que encanto! Tô te seguindo pra te ler mais vezes, depois venho com mais calma porque o seu cantinho é igual o de sua mãe, merecem uma atenção especial.
Beijo, beijo! ;)

cantinho she disse...

rsrsrsrs encontrar amiga é assim, muito bom, né? Tão bom que a gente acaba rindo dos nossos problemas... show! Terapia do riso é sempre a melhor opção!
Beijocas!